Varejo do futuro tem o comércio emocional como ícone em 2019


O chamado comércio emocional entrou em cena definitivamente e é uma tendência forte para 2019, especialmente no mundo digital.

A experiência vencedora e vendedora da Glossier já é vista como modelo do varejo para o futuro, batendo em alguns aspectos o fenômeno Apple em seus lançamentos de Iphones, nos EUA e Canadá.

Para quem não está familiarizado com o assunto, a Glossier é uma das marcas de beleza mais adorada dos últimos tempos e foi fundada pela blogueira Emily Weiss em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Os primeiros lançamentos da Glossier foram voltados para tratamento do rosto. Justamente os produtos de rotina de beleza que eram o assunto principal do blog. Era 2010 e ela viu potencial nesse negócio de blogs que estava surgindo e resolveu criar o seu próprio blog, a partir das suas próprias experiências na badalada revista Vogue.

De blog para a mídia e, agora, uma poderosa rede física de varejo.

Mas, qual é o segredo do negócio e qual a contribuição para o futuro?

O lance é que primeiro a empresa cria uma legião de fãs que começam a transmitir de forma viral os conteúdos jornalísticos para, depois, começarem a comprar irresistivelmente os produtos da marca.

A ênfase do negócio é primeiro criar conteúdos e buscar o feedback dos clientes.

Para desenvolver o seu gel de limpeza facial, o Milky Jelly Face Wash, ela perguntou às leitoras o que elas mais gostariam num produto para limpar o rosto. Foi feito o mesmo com o protetor solar, o Invisible Shield.

Está diminuindo o formato de as grandes estrelas e influenciadores – estes pagos - nas mídias sociais para uma interação mais autêntica, direta com os clientes, através de depoimentos simples e diretos do cotidiano deles ao usar os produtos; o que provoca a geração não de clientes, mas de um exercito de fãs – não pagos. E o mais legal que estes se transformam em defensores, algo parecido com o que ocorreu na eleição brasileira em que uma legião de pessoas passou a ser defensores do candidato que gastou pouco na campanha eleitoral, mas levou o pleito.

Um jeito novo de promover o amor a marca e gerar uma lealdade muito poderosa que, por sua vez, promove um movimento “boca a boca” extraordinário, muito maior do que os influenciadores.

Os pilares: design minimalista, qualidade dos produtos, preços acessíveis e uma forte aposta no marketing digital.

A história da Glossier e da fundadora Emily Weiss é uma inspiração e a prova de que a Internet ainda é um mundo de oportunidades disruptivas.

Fonte: revista Vogue - Todos os direitos autorais reservados.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon

© 2016 by Multipla Consulting & Training

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Curitiba - PR - Brazil